quinta-feira, 1 de outubro de 2009


As pessoas morrem quando nos decepcionam e, para nossa perplexidade, com elas morre sempre um bocadinho, mais ou menos indecifrável, dentro de nós
dr.Eduardo Sá

Um comentário:

Alma inquieta disse...

É muito inteligente o Dr. Eduardo Sá!

Parabéns pela escolha!

Um beijo.