segunda-feira, 20 de junho de 2011

Só em Portugal...

Que tristeza esta encenação, com uma árvore que não o viu nascer coisa nenhuma que vai ser desenraizada da terra onde ela nasceu e replantada a centenas de quilómetros, no Campo das Oliveiras...
Se a oliveira é simbolicamente tão importante, as cinzas deviam ter ido ao encontro da oliveira e não o contrário

Um comentário:

Henrique Mário Soares disse...

perfeitamente de acordo...