segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Deveríamos tentar sempre colocarmo-nos no lugar da criança,para adivinhar o que ela pensa,o que sente,o que se pode passar na sua cabeça,em vez de tratarmos com ela segundo as nossas concepçoes e ideias de adultos.

Um comentário:

PH disse...

...pois é delas o reino dos céus...